Categoria Arquidiocese do site


75ª Romaria Estadual da Medianeira reuniu milhares de devotos de todo o país, em Santa Maria


  Postado dia 11/11/2018 categoria Arquidiocese por usuário Karina Freitas.


Movidos pela fé milhares de devotos tomaram conta das ruas da cidade coração do Rio Grande para pedir graças e agradecer os pedidos atendidos pela padroeira do Rio Grande do Sul, Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças.

A manhã de altas temperaturas do domingo, dia 11 de novembro, não intimidou os fiéis que vieram de todas as cidades do estado, do Brasil e até de fora do país para homenagear a imagem milagrosa na 75ª edição da Romaria Estadual da Medianeira.

O maior evento religioso do estado do Rio Grande do Sul, promovido pela Arquidiocese de Santa Maria, neste ano teve como tema “A jovem chamada Maria, Mãe de Jesus”, e o Lema: Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria, Mãe de Jesus.

A procissão teve como ponto de partida a Catedral Metropolitana de Santa Maria, às 8h30min, percorrendo as principais ruas da cidade até o Altar Monumento, onde foi celebrada a missa campal presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará, Dom Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Santa Maria Dom Hélio Adelar Rubert.  A missa foi transmitida ao vivo pela Rede Vida de Televisão para todo o país e pela Nova Rádio Medianeira 102.7.


   

Durante a caminhada de três quilômetros até o Altar Monumento, devotos pagavam promessas, alguns de joelhos, outros de pés descalços, crianças vestidas de anjo, jovens, adultos, crianças e idosos de todas as idades e todas as raças dando suas demonstrações de amor, fé e devoção a Santa. Os devotos garantem ter presenciado milagres atribuídos a Santa, principalmente a cura de doenças graves e por isso percorrem centenas de quilômetros até Santa Maria para participar do evento religioso em agradecimento as graças alcançadas.

Por volta das 10h, a procissão com a imagem da Mãe Medianeira chegou no Altar monumento do Santuário Basílica Nossa Senhora Medianeira onde foi recebida e ovacionada pelos romeiros que entoaram o Hino de Nossa Senhora enquanto a imagem era conduzida ao altar.



O Arcebispo de Santa Maria Dom Hélio Adelar Rubert deu as boas vindas aos romeiros, autoridades civis, militares e religiosas cumprimentando a todos e pedindo as bênçãos da Mãe Medianeira a todos. 



Entre os romeiros, Maria Rosária Dalla Costa Flores e sua filha Mariane Dalla Costa Flores pedindo graças pela saúde de seu pai, Paulo Glimar Flores que está com problema nos rins e não pode caminhar. Com muita fé elas vieram participar da romaria para que Nossa Senhora abençoe a saúde do patriarca com a cura.



O pequeno Arthur Gabriel cumprindo promessa por graça alcançada através da mãe querida, vestido de anjinho com seu pai.



Valentina Brasil vestida de anjinho com sua mãe agradecendo as graças alcanças pela família que pediu saúde e bênçãos.

Janete Siqueira, devota da Medianeira, estava com complicações na família, brigas e desacreditada com sua vida, foi então que fez a promessa de percorrer todo o trajeto da Romaria neste ano, com os pés descalços. Pois segundo ela, a Mãe Medianeira não à deixou desabar, amparou e ouvi seus pedidos.


Ana Vitória, com 8 meses também participou da procissão com sua mãe, Cibéle Fillipini da Rosa. “Quando Ana tinha 52 dias, ficou doente e teve que ser hospitalizada e só havia diagnósticos ruins e ela não melhorava. Foi então que prometi a Nossa Senhora Medianeira que se ela melhorasse e não ficasse com sequelas iríamos na procissão por cinco anos vestida de anjo” e assim está sendo cumprida nossa promessa”, explicou a mãe.


A Romaria foi precedida pela Missa da Saúde e aos doentes no sábado, dia 10, no Santuário Basílica.  Dentro do Santuário, no domingo, foram celebradas Missas de hora em hora, desde às 5h da manhã, até às 18h, e também aconteceram as confissões, tanto no Santuário, quanto na Cripta, com numerosos padres a disposição dos fiéis.

Em preparação à Romaria, também aconteceu a tradicional Trezena Móvel, que reuniu os fiéis em orações durante os treze dias que antecederam o evento, percorrendo as principais Paróquias da cidade levando a imagem de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças

Segundo avaliação da Brigada Militar juntamente com a organização da Romaria, 450 mil pessoas estiveram presentes na 75º Romaria da Medianeira.


Na oportunidade, os romeiros também puderam conhecer a nova Fonte da Medianeira e o Monumento em homenagem aos 300 anos de Aparecida. A 76ª Romaria Estadual da Medianeira acontecerá no dia 10 de novembro de 2019.

Franciele Volpatto/Jornal Regional Águas da Serra

SAIBA MAIS SOBRE A PADROEIRA DO RIO GRANDE DO SUL

A festa de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças, foi instituída pelo Papa Bento XV em 1921. Uma justa homenagem à confiança da Igreja a esta mediação materna do Redentor. A invocação da mediação da Mãe já estava enraizada no coração de todos os povos cristãos. De modo que a devoção sob esse título se difundiu rapidamente.

Em 25 de outubro de 1942, Nossa Senhora Medianeira foi proclamada Padroeira do Rio Grande do Sul, pelo Arcebispo Metropolitano Dom João Becker.

A partir de 1943 a Romaria passou a ser Estadual e no segundo domingo do mês de novembro, Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul acolhe milhares de romeiros, de Sul a Norte do Estado, de outros Estados e excursões de países vizinhos, como a Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. A cidade hospeda e atende a todos. É o maior evento religioso da região e do Estado.

A devoção também chegou no Brasil e no sul do país ganhou enorme expressão. Em 1928, foi introduzida no Seminário São José, da cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, através de um santinho recebido da Bélgica por Pe. Inácio Valle. Dois anos depois, diante da eminência de uma luta armada na cidade de Santa Maria, um pequeno grupo de romeiros foi a igreja do Seminário São José orar pela intervenção de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças. Logo em seguida a demanda foi resolvida sem confronto.

O povo, organizou uma romaria maior e se dirigiu a igreja do Seminário para agradecer a proteção da Mãe Medianeira. A romaria cada vez maior se repetiu todos os anos. Hoje é a manifestação religiosa popular mais tradicional, antiga e numerosa do Rio Grande do Sul.


Texto: Franciele Volpatto - Jornal Águas da Serra.

Cobertura:  Karina Freitas e Bruna Lunkes - Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Santa Maria.